Lançada a Identidade Visual do ADA

agosto 6, 2008 at 2:14 am 1 comentário

Depois de muito tempo remoendo as idéias, o designer Ciro Leimig veio até nós com uma proposta de logomarca e identidade visual para o grupo cuja aceitação foi imediata e unânime.

As cores vermelho e preto foram pensadas para representar, respectivamente, o espírito de luta e a seriedade do grupo. O nome do grupo, em uma fonte direta e objetiva, apresenta bases amplas a fim de significar o forte embasamento científico e moral buscado pelos integrantes do grupo. O vermelho do Direito relaciona-se com o vermelho da mão humana, que protege – com a ferramenta do direito – o animal contra a opressão e impede a ação criminosa. A logomarca tem um elemento mutável: a silhueta do animal. Não é interesse do grupo dar a entender uma postura restrita de defender somente os cães ou animais de companhia, já protegidos e queridos por muitas entidades e pessoas. De acordo com o interesse em cada caso – problema dos animais de rua, indústria da carne, tráfico de animais silvestres, problema da experimentação animal, problema dos circos que usam animais -, variações da marca serão usadas.

Com esta identidade visual, o ADA torna-se mais forte. E, à medida que novos focos no combate à exploração animal forem vindo à tona, novas variações da marca serão criadas.

Anúncios

Entry filed under: Notícias. Tags: , .

Bem-vindos! Saiba que empresas testam e que empresas não testam seus produtos em animais

1 Comentário Add your own

  • 1. agenda21ccb  |  agosto 25, 2008 às 10:40 am

    Para caminhar re-criando o mundo!

    “Se eu não sou capaz de ver o outro como legítimo outro, não tenho preocupação ética. A preocupação ética nunca vai além dos domínios sociais em que surge. Funda-se na emoção, no amor, na visão do outro. Se uma pessoa não vê o outro, não se importa com o que aconteça a ele. Quando uma pessoa vê o outro, quando se fixa no que ocorre com o outro, começa a importar-se com ele, antes não. A preocupação ética é a preocupação pelo que acontece com o outro e pelo efeito de nossas ações. Se eu me preocupo com as consequências de minhas ações sobre o outro, quer dizer que tenho uma preocupação ética.” [Humberto Maturana, El sentido de lo humano]

    “As relações que se dão em nossa cotidianidade podem ser éticas ou morais. São éticas se nascerem de nós mesmos e do desejo profundo de amar os outros; são morais se a preocupação é “cumprir” com as normas sociais estabelecidas.” [Francisco Gutiérrez, Ecopedagogia e Cidadania Planetária]

    Cris

    Responder

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


agosto 2008
S T Q Q S S D
« jun   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d blogueiros gostam disto: